Prós e contras do decreto de eólicas offshore

Especialistas em regulação do setor veem o decreto como primeiro passo, mas apontam lacunas e risco de judicialização

A publicação no dia 25 de janeiro do decreto 10.946/2022, que dá diretrizes para a exploração das eólicas offshore, foi de maneira geral bem recebida. A avaliação mais comum é a de que o instrumento infralegal deu uma resposta ágil para uma demanda crescente de investidores e mostrou o primeiro caminho que precisa ser seguido…

Se já for assinante, faça seu login

Entrar
Ou
Nosso conteúdo é exclusivo para assinantes, mas
você pode se cadastrar para continuar lendo

e ainda ter acesso a 3 matérias por mês. (apenas para não assinantes)

Cadastre-se aqui


Ou

O assinante da Brasil Energia tem acesso ilimitado a conteúdo exclusivo sobre todo o setor energético
elaborado por jornalistas qualificados e a análises de especialistas do mercado.
Apoie o jornalismo especializado e faça a sua assinatura por menos de R$ 2,70 por dia.

Assine
Ou

Você pode ler nosso conteúdo exclusivo adquirindo pacotes de créditos para acessar matérias avulsas

COMPRE AQUI

Comments are closed.

Abrir Whatsapp
Precisa de ajuda?
Olá!
Posso te ajudar?