O que fazer com os descartes dos parques eólicos?

Preocupação é com as pás: hoje, solução seria aterros ou fornos de cimento. Abeeólica prevê necessidade de regulamentação, dado o grande volume que precisará ser descartado

Embora não seja problema imediato, e envolva no momento apenas alguns casos de interessados em aproveitar melhor os recursos do vento em seus empreendimentos, estima-se que dentro de três até cinco anos o setor eólico precisará começar a tomar atitudes para descomissionar, repotenciar ou modernizar parte de seus parques no Brasil. Os primeiros da fila…

Se já for assinante, faça seu login

Entrar
Ou
Nosso conteúdo é exclusivo para assinantes, mas
você pode se cadastrar para continuar lendo

e ainda ter acesso a 3 matérias por mês. (apenas para não assinantes)

Cadastre-se aqui


Ou

O assinante da Brasil Energia tem acesso ilimitado a conteúdo exclusivo sobre todo o setor energético
elaborado por jornalistas qualificados e a análises de especialistas do mercado.
Apoie o jornalismo especializado e faça a sua assinatura por menos de R$ 2,70 por dia.

Assine
Ou

Você pode ler nosso conteúdo exclusivo adquirindo pacotes de créditos para acessar matérias avulsas

COMPRE AQUI

Comments are closed.

Abrir Whatsapp
Precisa de ajuda?
Olá!
Posso te ajudar?