O dilema da cadeia eólica

Mesmo com alta de pedidos para projetos do ACL, fornecedores de componentes eólicos desconfiam da perenidade dos investimentos, o que pode inibir o aumento da capacidade e a modernização produtiva

Formada por cerca de 80 fabricantes de subcomponentes e componentes que suprem também por volta de 80% das necessidades locais das seis montadoras de turbinas estabelecidas no país, a cadeia de fornecedores eólicos vive um dilema quanto aos rumos que deve tomar nos próximos anos. Depois de ter passado um período de baixíssima ocupação em…

Se já for assinante, faça seu login

Entrar
Ou
Nosso conteúdo é exclusivo para assinantes, mas
você pode se cadastrar para continuar lendo

e ainda ter acesso a 3 matérias por mês. (apenas para não assinantes)

Cadastre-se aqui


Ou

O assinante da Brasil Energia tem acesso ilimitado a conteúdo exclusivo sobre todo o setor energético
elaborado por jornalistas qualificados e a análises de especialistas do mercado.
Apoie o jornalismo especializado e faça a sua assinatura por menos de R$ 2,70 por dia.

Assine

Comments are closed.