e-revista Brasil Energia 484

Brasil Energia, nº 484, 30 de novembro de 2023 89 Leilão de transmissão 2024 (continuação) LOTE DESCRIÇÃO UF(s) PRAZO (meses) 6 – LT 500 kV Jussiape – São João do Paraíso C1 e C2, CS, com 225 km cada; BA/MG 66 – LT 500 kV São João do Paraíso – Capelinha 3 C1, CS, com 254 km; – LT 500 kV Capelinha 3 – Itabira 5 C1, CS, com 241 km; – Trechos de LT 500 kV entre a SE Jussiape e o seccionamento da LT 500 kV Igaporã III – Ibicoara C1, CS, com 2 x 3,0 km; – SE 500 kV Juassiape; – SE 500 kV São João do Paraíso e Compensação Síncrona (-200/+300) Mvar. FUNÇÃO: Expansão do sistema de transmissão da Área Sul da Região Nordeste e norte do estado de Minas Gerais para fazer frente à expectativa de contratação de elevados montantes de energia provenientes de empreendimentos de geração renovável na região com destaque para as usinas eólicas e solares. 7 – LT 230 kV Formosa do Rio Preto – Gilbués II, C1, CS, com 208 km; BA/TO/PI 60 – LT 230 kV Formosa do Rio Preto – Dianópolis, C1, CS, com 182 km; – SE 230/138 kV Formosa do Rio Preto – (6+1Res) x 50 MVA e Compensação Síncrona (-48/+80) Mvar.” FUNÇÃO: Ampliação da capacidade de transmissão de energia elétrica para o atendimento da região oeste da Bahia, sudeste do Tocantins, sul do Maranhão e sudoeste do Piauí, inseridos na área denominada Matopiba 8 – SE 500/345 kV GNA I e II – transformação 500/345 kV – (3+1Res) x 500 MVA, com a incorporação da subestação e das linhas de interesse restrito de 500 e de 345 kV RJ 36 FUNÇÃO : Aumento da capacidade do sistema com a interligação dos setores de 500 e 345 kV na SE GNA nas regiões Norte e Noroeste do estado do Rio de Janeiro. 9 – SE 230/138 kV Chapecoense – 2 x 150 MVA; SC 42 Trechos de LT 230 kV entre a SE Chapecoense e os seccionamentos da LT 230 kV Foz do Chapecó – Xanxerê, C1 e C2, com 3 km; FUNÇÃO: Atendimento à região Oeste do estado de Santa Catarina. 10 – SE 230/138 kV GV do Brasil – transformação 230/138 kV (9+1Res) x 100 MVA e setor de 138 kV. SP 48 – LT 230 KV Itararé II – Capão Bonito, C1, com 104 km FUNÇÃO: Aumento da capacidade do sistema na região de Taubaté e atendimento à Região de Capão Bonito 11 – LT 230 kV Inocência – Ilha Solteira 2, C4, CS, com 74,8 km; MS 48 – SE 230/138 kV Anastácio – substituição dos autotransformadores trifásicos TF1 e TF2 230/138 kV de 75 MVA por duas novas unidades 230/138 kV de 100 MVA; novo pátio 138 kV. FUNÇÃO: Aumento da capacidade de escoamento de geração na região de Ribas do Rio Pardo. 12 Revitalização e adequação aos critérios de Rede Básica na Subestação Anastácio. LT 500 kV Teresina IV – Graça Aranha C1, CS, com 205,13 km; MA/PI 72 – LT 500 kV Boa Esperança – Graça Aranha C1, CS, com 188,4 km; FUNÇÃO: Expansão da Rede Básica da Área Norte da região Nordeste de forma a possibilitar o pleno escoamento das usinas já contratadas na região Nordeste, ampliar as margens para conexão de novos empreendimentos de geração e atender ao crescimento da demanda local. 13 – LT 500 kV Ribeiro Gonçalves – Colinas C3, CS, com 366 km; PI/MA/TO 60 – LT 230 kV Ribeiro Gonçalves – Balsas, C2, com 95km. FUNÇÃO: Expansão da Rede Básica da Área Norte da região Nordeste de forma a possibilitar o pleno escoamento das usinas já contratadas na região Nordeste, ampliar as margens para conexão de novos empreendimentos de geração e atender ao crescimento da demanda local. 14 – LT 500 kV Ourolândia II – Jussiape C1 e C2, CS, com 318 km cada. BA 66 FUNÇÃO: Expansão do sistema de transmissão da Área Sul da Região Nordeste e norte do estado de Minas Gerais para fazer frente à expectativa de contratação de elevados montantes de energia provenientes de empreendimentos de geração renovável na região com destaque para as usinas eólicas e solares. 15 – LT 500 kV São João do Paraíso – Padre Paraíso 2 C1, CS, com 175 km; MG 66 – LT 500 kV Padre Paraíso 2 – Mutum C1, CS, com 334 km; FUNÇÃO: Expansão do sistema de transmissão da Área Sul da Região Nordeste e norte do estado de Minas Gerais para fazer frente à expectativa de contratação de elevados montantes de energia provenientes de empreendimentos de geração renovável na região com destaque para as usinas eólicas e solares.

RkJQdWJsaXNoZXIy NDExNzM=