e-revista Brasil Energia 484

Brasil Energia, nº 484, 30 de novembro de 2023 59 Conteúdo oferecido por sos custos? Como viabilizar políticas públicas para que haja exploração onshore no Brasil? Será que vamos para o não convencional? Todas essas questões deverão ser demandadas, o desafio, no médio e longo prazo, é endereçar isso junto à ANP”, disse. Em resposta, Daniel Maia, diretor da ANP, afirmou que o desafio, para um regulador, é olhar para todos esses tipos de empresa, sendo um órgão público. “Nós sempre procuramos a simplificação regulatória, mas não temos ingerência sobre tudo. No licenciamento ambiental, por exemplo, nós podemos facilitar para os órgãos ambientais, mas são eles que decidem”, pontuou. (Por Ana Luisa Egues) O presidente da Abpib e da EnP Energy, Marcio Felix, informa a agenda da associação e os planos da empresa para 2024 Juan Alves, VP de Operações da Seacrest, traz as demandas do onshore e planos da empresa no Espírito Santo Painel “Desafios da produção onshore”, realizado na quarta-feira (22) na Mossoró Oil & Gás Expo 2023 Ana Luisa Egues

RkJQdWJsaXNoZXIy NDExNzM=