e-revista Brasil Energia 484

Brasil Energia, nº 484, 30 de novembro de 2023 47 Pioneira na produção de módulos solares fotovoltaicos no Brasil, quando em 2017 montou em seis meses uma fábrica em Campinas (SP) com capacidade para 500 MW para atender projetos da Engie, a chinesa BYD ainda aguarda uma política nacional para desenvolver a cadeia produtiva do setor no país e expandir sua produção local. Inaugurada no momento certo para aproveitar o crescimento avassalador da fonte solar que veio nos anos seguintes, que em novembro chegou a 35 GW de potência instalada, a falta de política para o setor produtivo de equipamentos solares no Brasil e a consequente adoção de mais de 960 ex-tarifários para módulos, que reduziram a zero a alíquota de importação dos equipamentos, minou as possibilidades de expansão da fábrica da BYD e de outras que se arriscaram no mercado, como a Sengi Solar, de Cascavel (PR) Esse cenário faz hoje a moderna fábrica da BYD operar a apenas um turno, de três possíveis, com produção atual de 2.200 módulos por dia, mono e bifaciais, que hoje passam por retrofit para serem feitos com 16 barramentos e no modelo N-Type TopCon. Com alta produção em suas fábricas na China, a solução, explica o diretor de assuntos institucionais da BYD, Marcello Schneider, foi passar a importar módulos também da matriz, que hoje representam por volta de 60% das vendas internas, para aproveitar a alíquota zero e não perder mercado. Segundo ele, os clientes que optam pelos produtos nacionais são principalmente os que preferem acessar as linhas do Finame, do BNDES, e se submetem ao custo do módulo até 35% acima do conseguido com o importado com alíquota zero. “Aí pode ser mais vantajoso, porque na importação ele vai ter que pagar antes do embarque e também vai ter um tempo de espera para o pedido”, diz. Um dado importante, segundo Schneider, é que os esforços de nacionalização e Marcello Schneider, diretor de assuntos institucionais da BYD: poderíamos ter outras no Nordeste ou Centro-Oeste (Foto: Marcelo Furtado)

RkJQdWJsaXNoZXIy NDExNzM=