e-revista Brasil Energia 484

10 Brasil Energia, nº 484, 30 de novembro de 2023 petróleo | POR SABRINA LORENZI | O valor considera uma biorrefinaria no antigo Comperj, o Gaslub, no município de Itaboraí, no estado do Rio de Janeiro. Na cidade de Cubatão (SP) já está sendo construída planta de diesel com 100% de conteúdo renovável, o Diesel R100, conhecido também como diesel verde. A RPBC adicionará ainda 12 mil b/d à sua capacidade produtiva de combustíveis renováveis, que será dividida igualmente entre SAF (combustível de aviação renovável, na sigla em inglês) e diesel renovável. A unidade será capaz de processar mais de 790 mil t/ano de matérias-primas renováveis. Além das plantas dedicadas de bioquerosene de aviação e diesel 100% renovável na refinaria de Cubatão (SP) e no Gaslub, os investimentos contemplam capacidade de produção de Diesel R5, com 5% de conteúdo renovável, nas refinarias: Repar, RPBC, Reduc e Replan. O diesel renovável é o primeiro combustível da nova geração de produtos mais sustentáveis que a companhia começa a ofertar ao mercado consumidor. Já foi testado o diesel renovável em frota de ônibus em Curitiba, com resultado positivo. O diretor de Transição energética e Sustentabilidade da empresa, Maurício Tolmasquim, afirmou que a ampla maioria dos investimentos em projetos de energia renovável deve ser realizada no Brasil. A empresa também avalia projetos no exterior, segundo ele, que são minoria. A Repar também já produz diesel com 5% de conteúdo renovável por meio de coprocessamento, e tem potencial para alcançar até 10%. O diesel renovável (Diesel R5) possui desempenho igual ao diesel fóssil e demonstrou a confiabilidade do produto durante todo o período de teste. A emissão da parcela renovável em relação ao diesel fóssil é até 60% menor. Eficiência energética Outro destaques do novo plano é a ampliação do Programa Reftop para todo o parque de refino, que já proporcionou à empresa economia de US$ 589 milhões nos últimos dois anos. “Por meio deste programa, a Petrobras vem atingindo as suas metas de eficiência e confiabilidade”, afirmou a Petrobras em nota à imprensa. “Com o Reftop, a Petrobras almeja colocar seu parque industrial entre os melhores do mundo em eficiência operacional e energética até 2030”, completou. Investimentos 150% maiores em biorrefino e nova planta no Gaslub Os investimentos de US$ 1,5 bilhão em biorrefino entre 2024 e 2028 representam um salto de 150% em relação ao montante previsto no plano anterior, que era de US$ 0,6 bilhão

RkJQdWJsaXNoZXIy NDExNzM=