Brasil Energia | Ed. 475 - Junho, 2022

Brasil Energia , nº 475, 15 de junho de 2022 41 Telmo Ghiorzi Telmo Ghiorzi é doutor em Políticas Públicas e engenheiro. Escreve na Brasil Energia a cada três meses. CADEIAS DE SUPRIMENTOS E CADEIAS DE VALOR O fluxo de bens e serviços para que determinado pro- duto seja produzido e entregue ao destino é uma Cadeia de Suprimentos. Se suas etapas ocorrem em diversos pa- íses, trata-se de uma Cadeia Global de Suprimentos, as chamadas CGS. As atividades de concepção, engenharia, marketing & branding, fabricação, logística, assistência técnica e ou- tras que levam um produto de uma ideia até o mercado e além é uma Cadeia de Valor. Se suas atividades ocorrem em diversos países, trata-se de uma Cadeia Global de Va- lor, as chamadas CGV. Embora ambas tenham a característica de serem re- alizadas em diversos países e tenham nomes similares, CGS e CGV expressam conceitos distintos. Uma CGS é normalmente precedida pelas atividades de uma CGV para ser estabelecida. Mas, uma vez estabelecida, uma CGS é mais ou menos estática e pouco sujeita a mo- dificações em sua dinâmica. Aprimoramentos nela são usualmente incrementais. Suas etapas, embora distin- tas, agregam margens financeiras, isto é, valor, em ní- veis mais ou menos similares. As CGV são, por natureza e propósito, mutantes, in- certas e até certo ponto caóticas. As CGV evoluem ao mesmo tempo em que evoluem a capacidade de inovar das empresas que as compõem e as interações e regras que compõem os Sistemas de Inovação em que as em- presas estão inseridas. As diferentes atividades de uma CGV agregam níveis muito distintos de valor. A ativida- de de conceber um novo produto, por meio de pesqui- sa e desenvolvimento aplicado, ou a atividade de reali- zar engenharia e campanhas de marketing & branding, agregam muito mais valor que a atividade de fabricar ou transportar e distribuir insumos e produtos. Além de gerar mais valor, as atividades mais nobres das CGV dão a quem as executa maior poder de contro- lar onde e quais empresas vão realizar as demais ativi- dades. Em termos mais precisos, quem sobe os degraus do upgrading das CGV tem mais controle sobre a go- vernança destas CGV. A Curva Sorriso, criada em 1992 por Stan Shih, presiden- te da Acer, ilustra os conceitos de cadeia de valor e upgra- ding em suas atividades. A pandemia de Covid, o conflito na Ucrânia, e outros eventos menos dramáticos, mas também relevantes, causa- ram reflexões em todo o mundo sobre a necessidade de re- ver a internalização, ou “desglobalização”, pelo menos par- cial, tanto de CGS quanto de CGV. O tema é complexo e requer aindamuitas reflexões. Por um lado, é evidente que nenhum país pode nem deve tentar se fe- char e construir CGS e CGV estritamente internas. Por outro la- do, há algumas atividades das CGV e etapas das CGS que, por sua criticidade e influência sobre outras atividades e etapas,pre- cisam ser reconsideradas quanto ao local emque são exercidas. Em países com alta taxa de desemprego, como é o caso do Brasil, parece ser prioritário o foco em CGS e em ativida- des menos nobres das CGV, pois estas geralmente requerem mais pessoas com menor grau de qualificação. Porém, empresas que não ocupam degraus mais nobres nas CGV, ou não realizam etapas-chave das CGS, podem tornar-se reféns de outros eventos globais que contribuam para novas crises, como a que o Brasil passa agora. Semicon- dutores, fertilizantes e algumas ligas metálicas estão entre os produtos em que o Brasil tem pouca atuação tanto em suas CGS quanto em suas CGV. Isso implica vulnerabilidade e efeitos indesejáveis em indicadores econômicos e sociais dos setores associados ou dependentes destas CGS e CGV. Issoseobserva tambémemoutros setoresesegmentoseco- nômicos, incluindo aí as CGV e CGS da indústria de óleo e gás, desde o upstreamaté o downstream, petroquímica e adiante. Há um desafio que precisa ser mais bem compreendido e avaliado. Se de fato é crítico que o Brasil aumente o grau de internalização das CGS e CGV de que necessita para seu desenvolvimento econômico e social, é preciso rever o con- junto de políticas públicas que influenciaram a dinâmica que hoje temos no país. O futuro próximo deve nos trazer pelo menos parte das respostas de que necessitamos.

RkJQdWJsaXNoZXIy NDExNzM=