Brasil Energia | Ed. 475 - Junho, 2022

12 Brasil Energia , nº 475, 15 de junho de 2022 PETRÓLEO O Brasil terá um longa lis- ta de FPSOs entrando em operação nos próximos anos. Além do FPSO de Ba- calhau, serão instaladas outras 17 uni- dades de produção de médio e grande portes até 2026, em águas profundas. A lista contempla 14 unidades para a Petrobras, uma para a Shell, uma para a Enauta e outra para a Equinor. Os novos FPSOs garantirão uma capacidade insta- lada adicional de 2,4 milhões de barris/ dia de óleo, além de algumas dezenas de milhões de m 3 /dia de gás. Os novos sistemas serão instalados nas bacias de Santos, Campos e Sergipe. Estão previstos seis FPSOs para o campo de Bú- zios, três para Mero, dois para Marlim, um para os ativos de Cavala, Palombeta e Agu- lhinha Oeste , um para o Parque das Baleias, umpara Itapu, umpara Gato doMato, um em Pão de Açúcar e outro para Atlanta. NOVOS FPSOs NO HORIZONTE Além da unidade de Bacalhau, outros 17 navios-plataforma vão entrar em operação até 2026 POR CLÁUDIA SIQUEIRA FPSO Anna Nery, em conversão pela Yinson

RkJQdWJsaXNoZXIy NDExNzM=