Um diagnóstico das barreiras à entrada de novas tecnologias no onshore

A recuperação secundária e a automação são duas de várias tecnologias que os operadores onshore já utilizam em seus ativos e que podem crescer ainda mais

Um dos maiores desafios da indústria onshore atualmente é a recuperação secundária, que consiste na técnica de injeção de água para o aumento da produtividade dos poços. Para que isso seja possível, é preciso que o operador tenha pleno conhecimento do reservatório onde está operando, normalmente por meio da sísmica, e que ele tenha automação…

Se já for assinante, faça seu login

Entrar
Ou
Nosso conteúdo é exclusivo para assinantes, mas
você pode se cadastrar para continuar lendo

e ainda ter acesso a 3 matérias por mês. (apenas para não assinantes)

Cadastre-se aqui


Ou

O assinante da Brasil Energia tem acesso ilimitado a conteúdo exclusivo sobre todo o setor energético
elaborado por jornalistas qualificados e a análises de especialistas do mercado.
Apoie o jornalismo especializado e faça a sua assinatura por menos de R$ 2,70 por dia.

Assine

Comments are closed.