Por uma política pública para a eficiência energética

Frederico Rocha de Araújo, presidente da Abesco, detalha propostas para o governo criar uma política para o país finalmente consumir energia de forma racional

A ameaça a cada dia maior de se adotar medidas de racionamento de energia neste ano poderia pelo menos ter sido minimizada caso o país tivesse uma política pública para a eficiência energética. Esta é a opinião do presidente da Associação Brasileira das Empresas de Serviços de Conservação de Energia, a Abesco, Frederico Rocha de…

Se já for assinante, faça seu login

Entrar
Ou
Nosso conteúdo é exclusivo para assinantes, mas
você pode se cadastrar para continuar lendo

e ainda ter acesso a 3 matérias por mês. (apenas para não assinantes)

Cadastre-se aqui


Ou

O assinante da Brasil Energia tem acesso ilimitado a conteúdo exclusivo sobre todo o setor energético
elaborado por jornalistas qualificados e a análises de especialistas do mercado.
Apoie o jornalismo especializado e faça a sua assinatura por menos de R$ 2,70 por dia.

Assine

Comments are closed.