O fantasma do racionamento

Segundo o ONS, o mês de março, quando começa a transição para o período seco, foi o 17º pior da história, com uma ENA agregada ao SIN que correspondeu a 82% da média histórica

Existem divulgações de dados que são corriqueiros no setor elétrico, mas na primeira semana de abril, alguns números serviram para acender uma luz vermelha sobre a imagem indesejada da economia compulsória de energia – em português claro, o racionamento. Neste momento, ainda é um fantasma distante, com chances praticamente nulas de se materializar em 2021,…

Se já for assinante, faça seu login

Entrar
Ou
Nosso conteúdo é exclusivo para assinantes, mas
você pode se cadastrar para continuar lendo

e ainda ter acesso a 3 matérias por mês. (apenas para não assinantes)

Cadastre-se aqui


Ou

O assinante da Brasil Energia tem acesso ilimitado a conteúdo exclusivo sobre todo o setor energético
elaborado por jornalistas qualificados e a análises de especialistas do mercado.
Apoie o jornalismo especializado e faça a sua assinatura por menos de R$ 2,70 por dia.

Assine

Comments are closed.