O desempenho dos parques eólicos

Participação crescente da fonte na matriz leva Aneel a estudar novas formas de monitoramento da performance das usinas

Com uma participação cada vez maior na matriz elétrica brasileira da fonte eólica – que deve sair de 9% (15 GW) até o final de maio, para 17% (21 GW) até o final de 2029 -, o setor elétrico deve afinar suas estratégias não só para prever os recursos de geração como também para verificar…

Se já for assinante, faça seu login

Entrar
Ou
Nosso conteúdo é exclusivo para assinantes, mas
você pode se cadastrar para continuar lendo

e ainda ter acesso a 3 matérias por mês. (apenas para não assinantes)

Cadastre-se aqui


Ou

O assinante da Brasil Energia tem acesso ilimitado a conteúdo exclusivo sobre todo o setor energético
elaborado por jornalistas qualificados e a análises de especialistas do mercado.
Apoie o jornalismo especializado e faça a sua assinatura por menos de R$ 2,70 por dia.

Assine

Comments are closed.