Marlim a todo vapor

Projeto de revitalização e megaoperação de desmobilização das unidades de produção direcionam atenção para o campo, que está sendo ofertado parcialmente no programa de desinvestimento da Petrobras

Trinta anos depois de entrar em operação, o campo de Marlim, complexo que engloba também o ativo de Voador, continua como uma aposta da Petrobras fora do domínio do pré-sal. Impulsionado pela entrada em operação de dois novos FPSOs, que irão compor, em 2023, os módulos do sistema de revitalização da área, bem como pela…

Se já for assinante, faça seu login

Entrar
Ou
Nosso conteúdo é exclusivo para assinantes, mas
você pode se cadastrar para continuar lendo

e ainda ter acesso a 3 matérias por mês. (apenas para não assinantes)

Cadastre-se aqui


Ou

O assinante da Brasil Energia tem acesso ilimitado a conteúdo exclusivo sobre todo o setor energético
elaborado por jornalistas qualificados e a análises de especialistas do mercado.
Apoie o jornalismo especializado e faça a sua assinatura por menos de R$ 2,70 por dia.

Assine

Comments are closed.