Exportação de petróleo estoura em 2023

O crescimento exponencial da produção do pré-sal, de 240% desde a retirada do primeiro óleo na região, e a manutenção da capacidade das refinarias gerou um volume expressivo de excedente do insumo, comercializado no mercado internacional. A projeção é de alta contínua até 2030.

O Brasil atingiu o pico de exportação de petróleo em 23 anos, de acordo com a série histórica da ANP, que inicia no ano 2000. Como o país nunca produziu tanto óleo, enquanto a capacidade de processamento do insumo no parque de refino nacional se manteve estável, é provável que as vendas externas tenham sido…

Se já for assinante, faça seu login

Entrar
Ou
Nosso conteúdo é exclusivo para assinantes, mas
você pode se cadastrar para continuar lendo

e ainda ter acesso a 3 matérias por mês. (apenas para não assinantes)

Cadastre-se aqui


Ou

O assinante da Brasil Energia tem acesso ilimitado a conteúdo exclusivo sobre todo o setor energético
elaborado por jornalistas qualificados e a análises de especialistas do mercado.
Apoie o jornalismo especializado e faça a sua assinatura por menos de R$ 4,00 por dia.

Assine
Ou

Você pode ler nosso conteúdo exclusivo adquirindo pacotes de créditos para acessar matérias avulsas

COMPRE AQUI

Comments are closed.

Abrir Whatsapp
Precisa de ajuda?
Olá!
Posso te ajudar?