Combustíveis no vai e vem da Ferrogrão

Embora o escoamento de derivados de petróleo e biocombustíveis não seja o carro-chefe da ferrovia, o mercado de combustíveis líquidos poderá se beneficiar do novo modal de transporte

Uma das grandes obras de logística de transporte esperadas para entrar no processo de concessões em 2021, a Ferrogrão promete criar um corredor estratégico de escoamento de grãos, mas também de movimentação de combustíveis, com ganhos de capilaridade e de custos. O projeto prevê a construção de uma ferrovia de 933 quilômetros de extensão para…

Se já for assinante, faça seu login

Entrar
Ou
Nosso conteúdo é exclusivo para assinantes, mas
você pode se cadastrar para continuar lendo

e ainda ter acesso a 3 matérias por mês. (apenas para não assinantes)

Cadastre-se aqui


Ou

O assinante da Brasil Energia tem acesso ilimitado a conteúdo exclusivo sobre todo o setor energético
elaborado por jornalistas qualificados e a análises de especialistas do mercado.
Apoie o jornalismo especializado e faça a sua assinatura por menos de R$ 2,70 por dia.

Assine

Comments are closed.