Appian e Detronic vão construir 20 usinas solares em Minas Gerais

Joint venture entre as empresas atenderá inicialmente ao mercado regulado, e usinas terão capacidade total de 62,4 MWp

A Appian Capital Advisory, fundo de investimentos britânico especializado em mineração, por meio da Appian Capital Brasil, firmou uma joint venture com a Detronic Energia para construção de 20 usinas solares em Minas Gerais, com capacidade total de 62,4 MWp.

A previsão é que as obras sejam iniciadas no segundo semestre deste ano no estado, que já conta com 2,5GWp de capacidade energética instalada e apresenta grande potencial para produção de energia solar. Durante o período de obras devem ser gerados mais de 1.200 empregos diretos e 600 indiretos na região. A conclusão  dos trabalhos se dará até 2025.

Inicialmente, a parceria vai atender ao mercado regulado, abastecendo o consumidor residencial. O portifólio a ser desenvolvido pelas empresas tem foco em usinas solares de pequeno porte, de fácil construção e baixo risco. A Appian Capital Brazil avalia também oportunidades para construção de fazendas solares adicionais em suas operações.

“Ao fazer parceria com a Detronic, demonstramos fornecer energia limpa para nosso portifólio no Brasil é uma prioridade, além de oferecer retornos atraentes e ajustados ao risco para nossos investidores no processo”, diz Michael W. Scherb, fundador e CEO da Appian. O desenvolvimento do portfólio de energia renovável no Brasil também servirá como proteção e reduzirá a exposição a futuros aumentos de preços de energia em suas operações no país, informou a companhia hoje (01/06).

De acordo com a Appian, o ambiente estável de preços de energia e a realização de projetos de baixo risco em Minas Gerais, além dos incentivos fiscais para a geração solar no estado, são alguns dos benefícios da parceria com a Detronic, que pode representar retornos atraentes e ajustados ao risco para os investidores do fundo. Os consumidores mineiros que vão receber a energia podem economizar entre 15% e 20% na conta de luz.

“A matriz energética brasileira é predominantemente renovável e precisamos utilizar essa vantagem competitiva para suprir a crescente demanda por energia solar. Tenho convicção de que, juntamente com o nosso modelo de gestão e excelência operacional, a parceria com a Detronic será o alicerce para o crescimento do Grupo Appian no setor de renováveis”, explica Paulo Castellari, CEO da Appian Capital Brazil.

A Detronic Energia possui 34 parques solares recentemente construídos e conectados à rede e outros 47 em construção. A empresa oferece energia por assinatura, na modalidade geração distribuída.


Matéria originalmente publicada em 1 de junho no EnergiaHoje.

Comments are closed.

Abrir Whatsapp
Precisa de ajuda?
Olá!
Posso te ajudar?